5 bibliotecas que têm mais que livros Aqui No Rio!

Atualizado: 8 de abr. de 2021

Bibliotecas são lugares mágicos que são lugares de estudo, pesquisa e também contemplação!


 




 

Belas paisagens, praias, monumentos e os inevitáveis Cristo Redentor e Pão de Açúcar estão em todos os roteiros turísticos do Rio de Janeiro, não estão? Mas que tal reservar um tempinho para visitar os lugares que são os guardiões de infinitas informações e conhecimento: as bibliotecas!


Entre em contato que podemos incluir no seu roteiro e visitá-las juntos!



 



1) Biblioteca Nacional


Capital do Brasil na época da transferência da corte portuguesa, o Rio recebeu a Real Biblioteca de Dom João VI, que deu início ao que hoje é a fabulosa Biblioteca Nacional. Guardiã de tudo que é publicado no país, de livros a jornais, a Biblioteca Nacional ocupa um belíssimo prédio inaugurado em 1910 na Cinelândia, alma do centro histórico do Rio.


Com visitas livres e guiadas para grupos, a Biblioteca encanta pelo acervo mas também pela beleza de sua escadaria, salões de acervo, espaços de exposição e sua clarabóia.



Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro
Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro


2) Real Gabinete Português de Leitura


Em meio ao buxixo do centro do Rio, no número 30 de uma rua apropriadamente batizada de Luis de Camões, a cidade revela aquilo de mais rico que a humanidade pode possuir – literal e simbolicamente. Um dos mais belos edifícios da cidade, o Real Gabinete Português de Leitura, como uma das joias da coleção de prédios antigos do centro, contrasta em absoluto com o entorno, com a riqueza de sua decoração e de imponência de sua coleção.


Eleito em 2014 a quarta biblioteca mais bonita do mundo, o Real Gabinete tem uma fachada feita com pedras trazidas de navio de Portugal para o Rio e inspirada no monumental Mosteiro dos Jerônimos, em Lisboa. Mas é uando se entra nele, porém, que se entende o lugar mágico que é.



Real Gabinete Português de Leitura
Real Gabinete Português de Leitura


Real Gabinete Português de Leitura
Real Gabinete Português de Leitura



3) Biblioteca Parque Estadual



Mais do que uma biblioteca, o espaço é um centro cultural e de lazer, com atividades voltadas para a música, vídeo, teatro e outras artes. Em seus 15 mil metros quadrados, a Biblioteca Parque Estadual oferece: um acervo literário com mais de 250 mil itens, livros de arte, quadrinhos, 20 mil filmes, três milhões de músicas digitalizadas, biblioteca infantil, teatro com 240 lugares, auditório com 90 lugares, estúdios de som e de vídeo, salas multiuso para laboratórios, um "lugar do ócio" com espreguiçadeiras, área de exposição, café literário com palco para shows e saraus, restaurante, pátio, bicicletário e jardim suspenso.


Um grande patrimônio carioca ajuda a contar essa história: a Guanabarina, coleção de 30 mil livros sobre a história do Rio de Janeiro, tem lugar especial no acervo da Biblioteca Parque Estadual. Seus livros raros, que compõem a memória literária e histórica do estado, estão expostos em uma sala exclusiva.








4) Biblioteca do Centro Cultural Banco do Brasil



A primeira biblioteca do Banco do Brasil foi fundada em 1931 e atualmente mantém seu acervo disponível para consulta no Centro Cultural Banco do Brasil. possui um salão de leitura que comporta até 120 pessoas, sala de convivência onde os usuários podem levar seus livros e realizar trabalhos em grupo, salas para a coleção geral, sala de referências com enciclopédias e dicionários, sala de literatura infanto-juvenil com mais de 4 mil títulos, sala multimídia e salas para coleções especiais. Seu horário de funcionamento é de quarta a segunda-feira, das 9h às 21h, sendo a única biblioteca do centro do Rio de Janeiro que está disponível ao público aos fins de semana.


O setor de literatura infanto-juvenil encanta pequenos e grandes, com sua entrada para um mundo mágico! Imperdível!



Biblioteca CCBB
Biblioteca CCBB




5) Biblioteca da Maison de France



A biblioteca do Consulado geral da França no Rio de Janeiro foi reformada e passou a se chamar de BiblioMaison, tornando-se um local imperdível na vida cultural do centro histórico da cidade. Num ambiente acolhedor, o espaço oferece uma programação franco-brasileira rica e diversificada, com conferências, debates, exposições, projeções de documentários, degustações de queijos e vinhos, aulas... Tudo isso num amplo ambiente de 780 metros quadrados, cercado por vidraças que descortinam uma vista deslumbrante para o Pão de Açúcar.


Além do acesso ao acervo, o lugar também oferece um aconchegante bistrô com menu exclusivo, onde se pode relaxar e desfrutar da vista.



BiblioMaison
BiblioMaison (foto: bibliomaison)


 

E aí, se animou? Conta pra mim qual delas você quer conhecer primeiro!


Em meu serviço como Guia de Turismo privativo, podemos combinar uma grande variedade de passeios pelo Rio para que seu dia seja inesquecível!


65 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo